Os perigos da Pílula do Dia Seguinte | Dicas Para Fazer Amor

Os perigos da Pílula do Dia Seguinte

Pilula_dia_seguinte

Muitas pessoas na sua maioria jovens acreditam se tratar de um “quebra – galho” para uma relação sexual sem proteção e tem feito uso da mesma de forma rotineira, a pílula do dia seguinte só deve ser administrada em caso de extrema urgência, pois o uso freqüente da mesma acarreta muitos danos á saúde da mulher, problemas que muitas nem sequer sabem que pode ocorrer em seu organismo se usada sempre e indiscriminadamente.

Alguns problemas que a PDS (Pílula do Dia Seguinte) pode ocasionar á longo e a curto prazo:

Náuseas (15 %)

Vômitos (15 %)

Diarréias (3 %)

Fadiga (13 %)

Vertigens ou enjôos (20 %)

Dor de cabeça (10 %)

Aumento da sensibilidade mamária (8 %)

Dor abdominal (15 %)

Sangramento vaginal (31 %)

Atraso da menstruação (5 %)

A pílula do dia seguinte chega a ter dez vezes mais hormônio que as convencionais e vem concentrada uma quantia muito grande de progestagênios,e só deveria ser usada em caso de extrema urgência ou seja uma emergência como estupro ou um inevitável rompimento da camisinha, chega a ser alarmante o fato do que essa pílula pode fazer a longo prazo na saúde:

Câncer de mama e de útero

Problemas em uma futura gravidez

Trombose

Embolia pulmonar

O ginecologista e terapeuta sexual, Amaury Mendes Junior do Instituto Brasileiro Interdisciplinar de Sexologia e Medicina Psicossomática, tampouco doura a pílula:

Entre o hipotálamo, localizado no cérebro, e os órgãos genitais há um eixo que mantém o compasso do funcionamento do corpo. Hormônio em excesso interfere nesse ritmo.

Considere, ainda, que o medicamento só está sendo usado em grandes quantidades há cinco anos. Se nesse espaço de tempo já se conhecem tantos efeitos colaterais, pode se imaginar que muitos mais ainda virão à tona.

São necessários pelo menos outros cinco anos para que todos os prejuízos sejam revelados, – Estima Albertina Duarte Takiuti.

Por isso entenda os efeitos colaterais mais graves da pílula do dia seguinte :

* Gravidez ectópica: O feto é gerado fora do útero.

A progesterona presente no remédio retarda a passagem do óvulo pelas trompas, o que pode causar o seu encontro com o espermatozóide em lugar errado”, – esclarece Amaury Mendes Júnior.

* Trombose e embolia: Mais freqüentes em quem já tem predisposição e histórico familiar.

A grande quantidade de hormônio pode aumentar a viscosidade do sangue, o que facilita a formação de trombos”, explica Mendes Júnior.

* Câncer de mama

Uma das funções do hormônio feminino é regular o desenvolvimento das células mamárias. Quando há um excesso da substância, as células podem crescer desordenadamente, sobretudo em mulheres com tendência para a doença. Quem tem histórico familiar de tumor no útero também corre mais riscos de vir a sofrer do mal.

Outro fator que vem preocupando também os infectologistas é o fato da negligência com as DSTs (Doenças Sexualmente Transmissíveis), que infelizmente vem aumentando com o passar do tempo.

Existem diversas formas de se previnir em um ato sexual, mas a famosa “camisinha” é a única que previne tanto doenças quanto uma possível gravidez indesejada.

Via

You can leave a response, or trackback from your own site.


2 Responses para “Os perigos da Pílula do Dia Seguinte”

  1. Paula disse:

    dessa forma fica ate mais facil saber o mal que a pilula faz se tomar muito o melhor e se prevenir usando camisinha.

  2. Dayana disse:

    Gostaria de saber como faço,caso eu tenha vontade de em gravidar,como posso me tratar para que não ocorra nenhum problema na gravidez por causa do efeita da pilula em grande quantidade?

Deixe seu comentário


Powered by WordPress

Designed by: MMORPG | Thanks to MMO List, Browser Games and Game Music